Categorias

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Aos Meus Amigos (By Rejane Dias Melão)

Em maio de 2009 publiquei um texto com o mesmo título, na ocasião fiz a publicação de um texto ao qual chamei de "O Quebra Cabeças", no post de 15 de maio não citei a fonte de inspiração do texto, em novembro do mesmo ano, quando publiquei um texto comemorando um ano de blog, fiz questão de citar o post e lembrar que a base dele todo era a referência que eu tinha de um texto que a Rejane tinha escrito para minha irmã Lê, mas que eu não sabia onde encontrar e a Aletér também não estava conseguindo achar, esses dias, conversando com a minha maninha, nos lembramos da Rejane e do quanto ela é uma pessoa linda, consequentemente voltei a lembrar me do texto e a Lê disse que sabia que tinha ele guardado em algum lugar e que voltaria a procurá-lo, pois bem, ela fez isso e olha só, encontrou, não pensei duas vezes, só pensei em publicá-lo, espero que gostem, eu gostei e muito...

O Quebra Cabeça - Rejane Dias Melão


Imagine que todos a nossa volta são peças de um quebra-cabeça...
Existem as peças que contornam o quadro montado,
peças que se encaixam facilmente, nos tomando pouco tempo ...
Assim como as pessoas que passam por nós...
com quem nos damos bem, aprendemos coisas essenciais,
mas que tomam uma porcentagem pequena de nossa atenção, entrando em nossa vida mas não permanecendo.
Em seguida, vem as peças que começam a dar sentido à figura do quebra-cabeça, peças que nos entusiasmam... nos incentivam a continuar montando, por mostrar a beleza das gravuras
Assim como as pessoas que cruzam o nosso caminho e tornam-se marcantes por dar sentido a nossa vida,
pessoas que nos dão força para enfrentar as dificuldades e que nos ensinam a perceber a importância das pequenas coisas ... a ver quão belos são os detalhes.
Finalmente chegamos às peças mais difíceis de encaixar...
Peças que nos tomam muito tempo...
Que  pensamos não ter sentido algum no quebra-cabeça ...
 Mas das quais nos orgulhamos por exigir maior esforço,
Assim como as pessoas que passam por nós...
Pessoas difíceis de encontrar...
Pessoas que dão sentido a nossa vida...
Das quais nos orgulhamos de chamar de amigos.
Há casos em que o quebra-cabeça,
Depois de montado, vai  para a gaveta...
 E quando ficamos com saudades abrimos a gaveta e relembramos de todos os seus ensinamentos...
Que permanecem por toda a vida.
Já o quebra-cabeça aos poucos vai esvaecendo em nosso coração.
Em algumas ocasiões o quebra-cabeça torna-se tão importante pra nós que não conseguimos esquecê-lo. Estamos sempre a olhá-lo, aprendendo todos os dias algo de sumo valor para nossas vidas.
Assim como as pessoas... Algumas simplesmente passam por nós, outras permanecem em nossa vida por tempo indeterminado, pois se tornam muito especiais...
O tempo que cada pessoa fica em nosso caminho e o que cada uma nos ensina...
Quem determina é Deus. Agradeço a Ele todos os dias por tudo que você me ensina (às vezes sem saber)...
E por você tornar-se tão especial...
Em conseqüência meu sentimento por você...
Naturalmente cresce... cresce... e cresce...
Você é muito importante pra mim!!!!!!!!

A Rejane é uma dessas pessoas raras, sempre que me lembro dela, as lembranças são ótimas, esteja onde estiver, espero que quem estiver por perto podendo desfrutar de seu sorriso radiante, saiba dar o devido valor. Obrigado Rejane (André e Aletér Fonceca)

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Piadinha para acalmar o fim de tarde na segundona

O noivo escreveu um poema pra noiva um pouco antes do casamento:

Que feliz sou eu, meu amor!.*
Já, já estaremos casados.*
O café da manhã na cama.*
Um bom suco e um pão torrado.*
Com ovos bem mexidinhos.*
Tudo pronto bem cedinho.*
Depois irei para o trabalho.*
E você para o mercado.*
Daí você corre pra casa.*
Rapidinho arruma tudo.*
E corre pro seu trabalho.*
Para começar o seu turno.*
Você sabe que de noite.*
Gosto de jantar bem cedo.*
De ver você bem bonita.*
Alegre e sorridente.*
Pela noite minisséries.*
Cineminha bem barato.*
Nada, nada de shoppings.*
Nem de restaurantes caros.*
Você vai cozinhar pra mim.*
Comidinhas bem caseiras.*
Pois não sou dessas pessoas.*
Que gosta de comer besteiras....*
Você não acha, querida.*
Que esses dias serão gloriosos?.*
Não se esqueça, meu amor.*
Que logo seremos esposos!.*

Como resposta, a noiva escreveu um poema resposta para o noivo:

Que sincero meu amor!.*
Que oportunas tuas palavras!.*
Esperas tanto de mim.*
Que me sinto intimidada.*
Não sei fazer ovo mexido.*
Como sua mãe adorada.*
Meu pão torrado se queima.*
De cozinha não sei nada!.*
Gosto muito de dormir.*
Até tarde, relaxada.*
Ir ao shopping fazer compras.*
Com o Visa tarja dourada.*
Sair com minhas amigas.*
Comprar só roupa de marca.*
Sapatos só exclusivos.*
E as lingeries mais caras.*
Pense bem, que ainda há tempo.*
A igreja não está paga.*
Eu devolvo meu vestido.*
E você seu terno de gala.*
E domingo bem cedinho.*
Prá começar a semana.*
Ponha aviso num jornal.*
Com letras bem destacadas:

HOMEM JOVEM E BONITO.*
PROCURA ESCRAVA BEM LERDA.*
PORQUE SUA EX-FUTURA ESPOSA.*
MANDOU ELE  À MERDA!.*

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Plantão Musical - Eu vou...

Pessoal, hoje e amanhã acontece no Teatro Marista a apresentação dos médicos cantores de Maringá.
Eu tenho acompanhado esse espetáculo todos anos e a cada ano que passa é possível confirmar o quanto esses profissionais que cuidam da nossa saúde se dedicam para realizar o evento, o show, da forma mais perfeita ao alcance deles, e conseguem, ano passado fui a dois eventos desses realizdos por eles, no primeiro, eles fizeram uma homenagem a Noel Rosa, alguns meses depois realizaram mais duas apresentaçãoes onde cantaram e relembraram a malandragem cantada nas letras da nossa Música Popular Brasileira, em 2009, homenagearam o Rei que naquele ano comemorava 50 anos de carreira, eles já realizam o espetáculo a muitos anos, já passearam pelas obras de ChicoBuarque de Holanda, Tom Jobim e muitos outros grandes nomes da nossa música, este ano pela primeira vez, o show será em homenagem a uma mulher, uma guerreira da nossa música, que desde "Os Mutantes" até os dias de hoje, vem mostrando seu talento e sua criatividade musical, ela já é uma Sessentona, e eu não vejo a hora de chegar ao Teatro amanhã para acompanhar a apresentação desse pessoal que com certeza desenvolveu um roteiro riquíssimo em informações e qualidade músical que vai  levar a platéia a viajar pela parte da história da nossa MPB que cabe a nossa "Rainha do Rock" Brasileiro e que com toda certeza tem créditos e energia de sobra para te fazer um convite deste...

Os convites são limitados, infelizmente hoje já não da mais tempo, mas talvez ainda tenha sobrado alguns para amanhã, o telefone da Sociedade Médica de Maringá é esse, (44)32620066
Site: www.sociedademedicademaringa.com.br

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Feliz Dia das Crianças...

Para todos nós
Meu avô nos deixou a um pouco mais de 2 meses, a saudade ainda aperta o peito e quando em sonho eu consigo vê-lo, parece mentira que perdi meu querido vô Antonio, ele gostava muito de criança, foi pai de 7 filhos, viu a família da qual foi o patriarca dar a ele o privilégio de ser avô de 24 netos que fizeram dele bisavo de 25, vou citar aqui duas cenas que marcaram esses dias que sucederam a partida do meu avô. A primeira delas, o choro incontido da Gabi, filha da minha prima Deyse, me lembro de tê-la observado algumas vezes chorando a despedida do vô tão querido, o interessante é que ela mora em Curitiba, vive a mais de 400km de distância, mas pelo que sei, não perdia uma oportunidade de visitar O Bisa e a Bisa em Maringá, ela sabia que ao chegar a Maringá encontraria o biso, brincalhão, sempre alegre e acima de tudo, com todas as características de um vozinho. O Bruno é filho da Lilyan, alguns dias depois que perdemos nosso avô, por uma dessas ocasiões do destino, uma das outras crianças que estava presente, disse a ele de forma bem direta, la na casa da vó Parecida, (Aparecida) que nosso querido vô Antonio tinha partido e que não voltaria mais, não foi fácil para a minha prima consolar o menino que adora ir a casa do Biso, ele sempre pedia para ir a casa do Biso, agora está se vendo obrigado a aprender que deve pedir para ir a casa da vó Bisa, pois o vô Biso não está mais lá para recebê-lo. Citei dois bisnetos, contei algo sobre as crianças que talvez possa parecer triste ou nostalgico, mas não é, o objetivo é celebrar a vida, um presente que nós recebemos e temos a missão de levar adiante sempre lembrando as pessoas sábias que nós conhecemos, relembrar e pensar nesses dois momentos que vi, me fez entender que tanto a Deyse e seus pais, quanto a Lilyan, fizeram seus papeis, apresentaram ao Bruno e a Gaby, um ser humano que marcou as vidas desses pequenos e que o ótimo exemplo que meu avô nos deixou, está ali, semeado nos coraçõezinhos desses dois representantes da futura geração. Meu avô sabia bem disso, era assim que ele acreditava. Em versos e prosas ele deixou registrado o quanto ele gostava das crianças, vou publicar abaixo um versinho deixado por ele, muito simples, de coração, assim como era Antonio Nora, todo coração.

"Criança é gente nova... Vai crescendo devagar.
Elas gostam de novidades... E brincadeiras de pular

Nosso tempo de criança... Gostamos de relembrar.
Nossos pais nos corrigiam... E nos faziam chorar

Jesus também foi criança... O filho do Deus verdadeiro.
E nos deixou um belo exemplo... Em tudo foi o primeiro

Jesus ama as crianças... E a todas manda ensinar.
A palavra da verdade... De nosso Deus Jeová.

As professoras das crianças... Tem um privilégio elevado.
Ensinar as crianças... O caminho que foi traçado

Eu queria ser criança... Ou como criança caminhar
Nosso senhor observa... Cada passo que a gente da

A criança obediente... Há promessas reservadas
Aqui na terra e muito mais... Lá na eterna morada

Deus abençoe as crianças, e abençoe a nós também
Quero morar com elas na eterna Jerusalém..."
(Antonio Nora Ribeiro - 1924-2011)

sábado, 8 de outubro de 2011

Balanço Geral na capital, no comando, Léo Junior

Léo Junior comandou o programa Balanço Geral em Curitiba hoje com o mesmo empenho, categoria e profissionalismo que o faz aqui em Maringá.
Conheço o Léo faz uns 20 anos, me lembro de ter participado do programa Giração Cidade que ele apresentava com a Cristina Callixto na Cidade FM uma centena de vezes por telefone antes mesmo de conhecê-lo pessoalmente, e me tornei um admirador de seu trabalho e competência.
Já trabalhei com ele e tive a oportunidade da convivência, então posso afirmar que o apresentador que nós telespectadores vemos pelo vídeo é o mesmo cara pessoalmente, brincalhão, alta astral, comunicativo e muito criativo, um comunicador daqueles que quem conhece um pouco na área sabe que não vai e não pode ficar preso ao interior. Para quem não se lembra ou não sabe, o Ratinho começou no radio, apareceu na TV como repórter do Alborghetti ainda nos anos 80, nos anos 90 se tornou destaque na capital comandando um programa na Rede CNT chamado 190 Urgente, logo depois se transferiu para a Record em São Paulo e depois disso, todo mundo conhece a história, o que talvez poucos saibam é que o Léo é fruto do mesmo celeiro, e amigo de Ratinho, se conheceram em Jandaia em início de carreira.
Eu me acostumei a dizer que o Léo Junior é meu amigo, desde que eu o conheço, já fui a casa dele várias vezes, já até jantei por lá, já viajamos junto, já demos muita risada junto em situações hilárias e conversando com o Léo certa vez, eu disse a ele que acredito que ele um dia vai apresentar um programa em rede nacional e nós Maringaenses vamos ter orgulho por saber que alguém que se estabeleceu aqui e ficou conhecido por ser um cidadão da nossa terrinha alcançou o sucesso por ter seu trabalho reconhecido, saber trabalhar, e por merecimento. O primeiro passo parece que já foi dado.

Deus te abençoe meu amigo, e que a sorte dos céus te acompanhe.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Como Steve Jobs matou os nerds

O Jobs dos anos 70 inventou a cultura geek. Três décadas depois o fundador da Apple acabaria com ela. Sem dó.

Steve Jobs tinha 12 anos e um problema: queria montar um frequenciômetro – aparelho essencial quando você precisa construir seu próprio circuito em casa. O menino não tinha todas as peças que precisava, então decidiu telefonar para alguém que certamente teria: Bill Hewlett, dono da HP. Era a maior empresa da região onde Jobs morava, naquele ano de 1967. Graças à Hewlett-Packard, aliás, aquele lugar na Califórnia, nos arredores de San Francisco, acabaria conhecido como Vale do Silício.

Jobs pegou a lista telefônica, encontrou um “William Hewlett” ali e ligou. O fundador do Vale do Silício e o jovem Da Vinci conversaram por 20 minutos. Jobs conseguiu o que precisava para montar seu frequenciômetro. E não parou mais. Alguns anos depois, conheceu sua cara-metade, outro jovem que sabia tudo de frequenciômetros, osciloscópios e circuitos integrados: Steve Wozniack. Juntos eles criaram um aparelho que enganava os computadores das companhias telefônicas e fazia ligações para qualquer lugar do planeta de graça. Uma vez ligaram para o Vaticano – Wozniak se apresentou como Henry Kissinger e pediu para falar com o papa (Paulo VI não atendeu).

Entre um trote e outro, os dois tiveram contato com o primeiro computador pessoal da história, o Altair 8800. Era basicamente uma supercalculadora, vendida na forma de kit para montar. Jobs e Woz gostaram tanto que resolveram fazer sua própria versão do aparelho e pôr para vender. Desenvolveram um protótipo no quarto de Jobs mesmo e, em 1976, deram a ele o nome de Apple I. Esse primeiro Apple, por sinal, também vinha na forma de kit e não contava com certos luxos, como uma tomada, muito menos teclado, monitor ou gabinete. Era só placamãe, memória... Uma circuitaria pelada, que eles vendiam por US$ 666,66 (devem ter ficado bravos com o fora do papa...).

Um epílogo: aos 12 anos, Fidel Castro mandou uma carta para Franklin Roosevelt pedindo uma nota de dólar – “É que nunca vi uma, presidente”, ecreveu. A história do fundador da Apple, que começou com aquele telefonema para o dono da HP, é ironicamente parecida. Com uma diferença: a revolução de Steven Paul Jobs foi global. E vai durar para sempre.
 

Antes da morte de Jobs ser anunciada, eu já estava interessado nesta matéria publicada na Super deste mês, mas ainda não tinha lido, na quarta feira eu li e entre um pensamento e outro, o de que seria legal se eu publicasse aqui no blog pelo menos um trecho desta matéria.
Se quiser ler a matéria na íntegra, clique aqui e vá até o site da Super Interessante.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

E-farsas.com, um verdadeiro serviço de utilidade pública na internet

Auxílio Reclusão, errei e errei feio...
Pois bem, no dia 9 de fevereiro do ano passado eu publiquei um texto que recebi por email aqui no blog que não era verdadeiro, posso ter cometido o mesmo erro outras vezes e se você acessa o blog e sabe de outros textos que aqui foram expostos que não condizem com a verdade, por favor, me avise, ficarei muito grato(exceto piadas e coisas do gênero). No momento estou muito grato ao Marcelo por ter me apresentado ainda que não tenha sido intencionalmente o site "E-farsas.com". Eu já tinha recebido o tal email que dizia que uma moça tinha encontrado um camundongo numa casquinha do Mac, a foto é nojenta e o texto é carregado, mas confesso que quando li, fiquei totalmente incrédulo quanto a veracidade do conteúdo, pois não existia nada que comprovasse que aquilo realmente tinha acontecido. Não passei pra frente e não encaminhei, fiquei na minha. Aqui, o link para a verdade sobre o tal Camondongo.
Ontem o Marcelo publicou a tal imagem do ratinho "supostamente" saindo da casquinha e na hora eu me lembrei do email, e foi atravez do que o Marcelo publicou no face, que eu cheguei até o link do site "E-farsas.com". Tomei a liberdade de copiar o texto publicado no site a respeito do assunto que eu postei aqui e que era mentira, estou colando ele aqui, mas espero que você vá até o site e perceba que lá é possível descobrir muitas outras farsas que circulam pela grande rede, um verdadeiro serviço de utilidade publica, o texto abaixo é um tanto extenso, mas vale a pena ler, peço desculpas as pessoas que leram e se indignaram (assim como eu) com o texto que publiquei sobre o auxílio reclusão, ele existe sim, mas não naquele contexto usado no email. Fui vítima de mim mesmo, pois na ocasião, acessei o site e já abestado pelo que estava lendo, li simplesmente o título do texto no site da previdência para o qual o link me encaminhou e vi a tabela que correspondia a que continha no email, se eu tivesse lido o conteúdo do site do ministério da previdência, teria com certeza entendido que o email não era verdadeiro, apesar da existência do benefício. O "empirismo" reinou em mim e eu passei para frente uma mentira.

"Texto anônimo afirma que todos os presos tem direito a um auxílio bem gordo do governo!

Essa mensagem, que vaga pela web desde 2009, mostra alguém insatisfeito e indignado com um auxílio que governo estaria concedendo aos presos no Brasil inteiro, o "salário presidiário"!

 Segundo o texto – que não é assinado por ninguém! – todo preso teria direito a receber da Previdência Social R$798,30 por cada dependente seu. Ou seja, se o preso tivesse 3 filhos, receberia mais de 2.300 reais do governo.

Realmente, um absurdo… Se fosse verdade!

A mensagem é falsa!

Em um trecho do texto, o autor escreve:

"Todo presidiário com filhos tem direito a uma bolsa que, a partir de 1/1/2010 é de R$798,30 por filho para sustentar a família, já que o coitadinho não pode trabalhar para sustentar os filhos por estar preso."

De fato, o Auxílio Reclusão existe desde 1960! No entanto, o benefício é único e independe da quantidade de filhos que o preso possui.

Não importa se ele tem 4 ou 5 dependentes. O valor do auxílio é sempre o mesmo.

Também é bom ressaltar aqui que a ajuda não é dada ao preso e sim à sua família.

De acordo com o Ministério Público, "o objetivo é garantir a sobrevivência do núcleo familiar, diante da ausência temporária do provedor".

Outra coisa importante que precisa ser explicado é que a família terá direito ao benefício caso o preso tenha contribuído ao INSS, pois o cálculo do auxílio é feito sobre o último salário do preso e esse valor não pode ultrapassar R$ 862,11 (de acordo com a Portaria nº 568, de 31/12/2010).

Os dependentes do preso perdem o direito ao benefício mensal caso o detento mude para o regime aberto ou tente fugir da prisão.

De acordo com um matéria publicada no site da Defensoria Publica da União, o auxílio é condicionado à Previdência Social e exige que o sujeito preso tenha contribuído para o previdência.

"O que poucos sabem é que quando alguém comete um crime, só ele pode pagar pelo que cometeu, já que uma pena é intransferível. Quando se é preso, sua família não pode sofrer por sua culpa e se ficar comprovada a dependência de algum membro, então pode-se solicitar o Auxílio Reclusão. Assim sendo, não sai do bolso de ninguém o Auxílio Reclusão, mas da contribuição que o preso pagou enquanto trabalhava, como qualquer outro brasileiro. Não é para incentivar vagabundos, já que tais não pagam a previdência. Também não e para cada membro da família dependente, mas um benefício único. Antes de sair repassando as coisas, leia e pesquise a informação. Quando não lemos, passamos atestado de ignorância."

O Portal Terra publicou uma matéria em 2009 afirmando que os familiares dos presos receberam, em média, R$ 586,51 em junho. Esse valor estava acima do que era pago, na época, como salário-maternidade, de R$ 519,01, também em média.

De acordo com o Boletim Estatístico da Previdência Social (Beps), o INSS pagou 26.490 benefícios de auxílio-reclusão na folha de janeiro de 2010, em um total de R$ 15.587.580,00. O valor médio do benefício por família, no período, foi de R$ 588,43.

Valor médio pago foi bem maior que o do salário mínimo na época! Pelo menos essa parte do texto apócrifo é verdadeiro…

Esse dinheiro não sai dos nossos bolsos, como afirma o e-mail, já que a Previdência só paga às famílias dos presos que contribuíam para o Instituto.

Mais um detalhe importante: a cada três meses, os dependentes têm que apresentar na Agência da Previdência Social, a declaração do sistema penitenciário atestando a condição de preso do segurado.

Em 2010, a mensagem voltou a circular com uma nova introdução, ainda mais indignado. Ainda com muito mais letras maiúsculas.

Na nova versão (ou na versão "ampliada"), o autor afirma que:

"As Centrais Sindicais estão chiando com o possível "aumento" do salário mínimo p/ R$ 545,00 porém não estão discordando do aumento do "´salário presidiário" para R$ 810,00 ! Será que os sindicalistas e os petistas acreditam que um criminoso merece uma remuneração superior a de um trabalhador ????"

Quais são as Centrais Sindicais as quais o autor estariam se referindo? E os petistas, quem são?
E o que dizer sobre esses trechos?

"O GRANDE LANCE É ROUBAR OU MATAR PARA SER PRESO E ASSIM SUSTENTAR CONDIGNAMENTE A SUA PROLE."
e
"…Bandido com 5 filhos, além de comandar o crime de dentro das prisões, comer e beber nas costas de quem trabalha e/ou paga impostos…"

É extremamente preconceituoso todo o texto – principalmente esses parágrafos!

Não se pode, de maneira alguma, generalizar toda a massa carcerária dessa forma. É a mesma coisa que se afirmar que "todos na favela são traficantes!". Isso sim, é inadmissível…

Como toda corrente que se preze, essa também pede para ser repassado para o maior numero de pessoas possível!"

sábado, 1 de outubro de 2011

Por Que Rock In Rio?

Estive pensando e conversando muito sobre o nome deste que é o maior festival de música que acontece em nosso país e um dos maiores do mundo, tenho acompanhado todas as noites e no geral estou gostando do que vejo, até aqui a apresentação do "R&B" Stevie Wonder foi a que mais me agradou, o Dinho no sábado durante o show do capital disse algo que todo mundo sabe, mas que em minha opinião o Stevie sacramentou com seu show na madrugada de sexta. O vocalista do Capital Inicial disse que a música tem o poder de unir todas as raças, credos, divergências políticas e é isso que tem acontecido, desde sexta passada quanto teve início este grande evento, os fãs do Rock In Roll reclamam que já que o festival põe no mesmo palco a Claudia Leite, a Ivete Sangalo e bandas como Motorhead, Metalica, não deveria ter "Rock" no nome. Eu concordo, a Shakira nada tem a ver com rock, muito menos a nossa poderosa Ivete Sangalo, aliás, se for para citar quem não tem nada ver com Rock, podemos incluir no pacote artistas como Rihanna e Katy Perry, aquele sonzinho da Keisha junto com a performance sem noção dela no palco foram ridículos, ainda bem que ela cometeu os exageros que pelo que sei são característicos dela, assim pelo menos a maioria dos críticos esqueceu um pouco a Claudia Leite que coitada, tentou seguir a linha de pop star internacional, quis se valer do belo rosto e corpo que tem, acabou vaiada logo na primeira noite. Aqui em Maringá teremos um festival chamado "Long Life Music Festival" que acontecerá no próximo dia 8, o interessante é que este festival não faz alusão ao estilo rock e é só o que vai ter, rock n' roll bebê, mas é claro que o Medina não está nem ai pra isso, afinal ele conseguiu vender essa idéia para outros países e o evento continua tendo Rio no nome, mesmo sendo realizado em Lisboa ou Madri, por que não "Rock In Lisboa" ou "Rock In Madri" ou seja, aos que ficam criticando o nome do festival basta aceitar e numa próxima vez, torcer para que os organizadores do evento no mínimo façam a programação dos shows de maneira que seja possível quem quer ir ver só rock n roll, não ter que se juntar aqueles que sabem cantar na integra as letras da Claudia Leite, Katy Perry, Shakira ou Ivete Sangalo. E por falar na Baiana, ela fez um show absolutamente perfeito ontem, nos bastidores, por conta do fato de Claudia Leite ter tido dificuldade para lidar com o público, Ivete disse que seria simplesmente ela mesma e que faria o show dela, e foi o que ela fez, assumiu o palco mundo e arrasou, eu não gosto, não compraria um CD ou DVD dela, mas com certeza iria adorar ter a chance de ir a um show dela e muito provavelmente arriscaria cantar alguns trechos de algumas músicas. Abaixo dois momentos com Ivete, no primeiro vídeo, ela canta junto com o público a música da banda americana Extreme - More Than Words, só ela, seu violão e o público... Momento lindo... e no vídeo seguinte a participação de Ivete no show da Shakira... Um pouco antes de encerrar seu show, Shakira convidou ao palco, a Deusa da Noite, Ivete Sangalo para cantar junto com ela a música "Pais Tropical" de (Jorge Ben Jor)